Thursday, 7 November, 2013 - 00:29

A sepsis é a resposta do organismo face a uma infeção. Trata-se de uma resposta inflamatória generalizada que pode causar disfunções em diversos órgãos ou sistemas. A intensidade da resposta inflamatória e o número de órgãos afetados estão diretamente relacionados com a mortalidade, sendo mais elevada quando surge sob a forma de choque séptico ou falência multiorgânica. A sua frequência é elevada e afeta a 100-150 em cada 100.000 habitantes/ano o que supõe, no nosso país, mais de 50.000 pacientes/ano dos quais até uma terceira parte podem falecer por esse motivo.

Sat, 13/09/2014 - 00:15

 

Jean Carlet, en nombre de los miembros de la Alianza Mundial Contra la Resistencia a los Antibióticos (WAAAR- World Alliance Against Antibiotic Resistance)

Mon, 20/01/2014 - 18:13

A V Reunião Nacional do Grupo de Trabalho de Infeções Perioperatórias (Gtipo) da Sociedade Espanhola de Anestesiologia, Reanimação e Terapêutica da Dor (Sedar), celebrada em Valencia este fim de semana, esteve centrada numa atualização no manejo do paciente crítico com sépsis e disfunção multiorgânica.

O projeto

O projeto ‘CÓDIGO SEPSIS’ nasceu com a vocação de se materializar numa ferramenta de referência no sistema sanitário espanhol, para a homogenização no manejo, para a deteção precoce e início de medidas terapêuticas, assim em como para a monitorização da resposta evolutiva nessas áreas em que é efetuado o atendimento desta grave patología clínica. Tudo isso visando melhorar o seu manejo e diminuir a mortalidade relacionada com este processo clínico tempo-dependente.
Projeto CódigoSepsis sob os auspícios da:
FACME